Pesquisar este blog

quinta-feira, 14 de junho de 2018

Resenha do Filme Thor


Olá pessoal, tudo bem com vocês, faz tempo que não trago resenhas de filmes aqui no blog e até mesmo resenhas de livros. Não é de esperar que tiro essas “férias” inesperadas e do nada rsrsrs. E estou de volta com as resenhas.
Thor (Chris Hemsworth) tentando salvar Asgard, só que desta vez do Ragnarok (que seria o Apocalipse da mitologia Nórdica). Ao seguir os passos para tal feito ele acaba se deparando com uma ameaça que pode por tudo a perder, a vilã Hela (Cate Blanchett). A deusa da Morte renasce e irá ceifar tudo que ficar em seu caminho e tomar o controle de Asgard, já que Odin (Anthony Hopkins) está fraco e exilado.
No meio do caminho Thor acaba se deparando com seu irmão Loki (Tom Hiddleston), que mais uma vez quer o poder para si. Após um embate com Hela, Thor acaba indo parar no planeta Saakar, onde o Grão Mestre (Jeff Goldblum) é o comandante. Em um mundo distópico, um dos grandes entretenimentos do local é a arena de gladiadores. Escravos do Grão Mestre lutam ferozmente para entreter o povo.



Sinopse:       
Como filho de Odin, rei dos deuses nórdicos, Thor logo herdará o trono de Asgard de seu idoso pai. Porém, no dia de sua coroação, Thor reage com brutalidade quando os inimigos dos deuses entram no palácio violando o tratado. Como punição, Odin manda Thor para a Terra. Enquanto seu irmão Loki conspira em Asgard, Thor, agora sem seus poderes, enfrenta sua maior ameaça.
Frases:
"Nossa bênção e maldição é a liberdade de escolher nosso próprio destino."
"Muitos acreditam que antes do universo, nada havia. Estão errados, havia trevas, e elas sobreviveram."

“Um rei sábio nunca almeja a guerra, mas deve estar sempre pronto para ela.”



quarta-feira, 6 de junho de 2018

Resenha do filme Deadpool 2


Olá galerinha, faz um tempinho que não trago resenhas de filmes! Hoje estou trazendo essa resenha do filme que eu gostei muito, acredite se quiserem, não tinha ouvido falar do filme rsrsr mais tá ai eu aqui trazendo essa resenha do filme maravilhoso, não assisti o primeiro. Quando eu assistir o primeiro trago a resenha pra vocês.


Como não assiti o primeiro filme, não tenho como trazer muita coisa para essa resenha do segundo filme, apesar de não ter assistido o primeiro filme, amei em assitir esse segundo filme, achei super engraçado.
Considerando seu humor para o no nosso mundo do que em genitálias, as piadas parecem um pouco menos idiotas, e não que haja algo ruim em ser idiota, era algo de que o filme se orgulhava e fazia de propósito e o legal foi isso, que era de propósito que o filme trazia.
Mas vale a pena ver o filme


Sinopse:
Sequência das aventuras do Mercenário Tagarela, interpretado por Ryan Reynolds. Na história original, o herói adquire superpoderes após uma experiência científica, e decide se vingar da pessoa responsável por sequestrar sua namorada.



Frases:
“A vida é uma série interminável de acidentes de trem, com intervalos breves de felicidade.”
“Algo que jamais sobrevive aqui é o senso de humor.”
“Aparência não é tudo.”
“As pessoas mudam.”
“E é exatamente o que isso é: uma história de amor.”
“É importante que não faça nada sem pensar.”


domingo, 3 de junho de 2018

The Boy - O Boneco do Mal


Olá galerinha, tudo com vocês? Esses dias voltei com a netflix! Assistir O Boneco do mal traduzido aqui para o Brasil. No começo do filme mostra que os dois senhores precisam de uma babá para o Boneco, daí mostra também logo no começo do filme que a criança do casal idoso morreu(mostra no decorrer do filme a morte do menino). Achei interessante é que a menina que vai cuidar do boneco no comeco acha graça e “escanteia” o boneco, e ele atormenta ela o tempo todo pra ela seguir as regras e cuidar dele, quando chegar um dia ela termina cuidando dele direitinho. Não achei essas coisa toda de ser assustador, tem aquele suspense. Mas o filme eu achei legal!



Sinopse:
Uma babá norte-americana é surpreendida ao descobrir que a criança de sua nova família inglesa é na verdade um boneco de tamanho real. Depois de quebrar várias regras, determinados eventos a fazem acreditar que ele está realmente vivo.


sexta-feira, 1 de junho de 2018

Resenha do Diário de Anne Frank


Olá galerinha, tudo bem com você?Estouaquitrazendoumaresenha do Diário de Anne Frank, estediárioele é muitobommesmo, recomendo.
No Diário Anne conta um pouco da vida que se passadentro do anexo, e a tenão que se passaporládurante a Segunda Guerra Mundial. Claro que no decorrer do tempo que elesvivem no anexoa Anne elavaiamadurecendo de variasformas para umamenina dos trezeaosquinzeanos de idade. Láelafala um pouco de cada um ate delamesmo. Poisaos fins de longosanos de silêncio e medo e aterrorizante, elesforamdescobertospelosnazistas e deportados para o campo de concentração. A história é linda, mas mesmoassimterminasendo triste.
O diário é conhecidoporserfiel a umaaflição da familia Judaica e seus amigos sobre a mira dos nazismo e o terror da Guerra. E o final é supreendente, deixavcemocionado(a). Euame Anne, me indetifiqueiemalgunspontosnela. E achei o mais legal é que odiáriodela é super fácil de ler e tem umaescritamuito boa, que deixa o leitorempolgadonaleitura. Essefoi o únicodiário que conseguiler.





Sinopse:
Anne Frank é uma menina judia que, durante a Segunda Guerra Mundial, teve que se esconder para se escapar dos nazis. ... O pai de Anne, Otto Frank, é o único das oito pessoas que sobrevive. Depois dacsua morte, Annetorna-se famosa no mundo inteiro por causa do diário que eescreveu quando ainda estava escondida.




Frases:
Memórias:
Para mim, as lembranças são mais importantes do que os vestidos.

Amor:

Amor, o que é o amor ? Não creio que se possa realmente pôr em palavras. Amor é entender alguém, se importar, compartilhar as alegrias e tristezas. Isso pode incluir o amor físico. Você compartilha alguma coisa, dá alguma coisa e recebe algo em troca, seja ou não casada, tenha ou não um filho. Perder a virtude não importa, desde que você saiba que, enquanto viver, terá ao lado alguém que a compreenda e que não precisa ser dividido com ninguém mais !


Mudança:
A gente não faz ideia de como mudou até que a mudança já tenha acontecido.

Caráter:
Aprendi uma coisa: só se conhece realmente uma pessoa depois de uma discussão. Só nessa altura se pode avaliar o seu verdadeiro carácter.

Desespero:
Mas quando uma pessoa está desesperada, pode valer-lhe de alguma coisa pensar nas misérias dos outros?

Beleza:
A beleza continua a existir mesmo no infortúnio. Se procurá-la, descobrirá cada vez mais felicidade, e recuperará o equilíbrio. Uma pessoa feliz tornará as outras felizes; uma pessoa com coragem e fé nunca morrerá na desgraça.




sábado, 26 de maio de 2018

Resenha A Bela e a Fera

Resenha Bela e a Fera
  Olá galerinha, tudo bem com vocês? Estou aqui para trazer uma resenha de um livro muito bom de contos de fada, que traz um pouco de si uma moral que precisamos levar pra si e colocarmos em pratica com a sociedade.
  Seu pai foge para a pequena cidade da província que se chama Villeneuve, porque a cidade a cidade onde sua mãe morre estava infectada pior uma doença e seu pai não queria que ele e nem a Bela morressem com essa doença e terminou esperando sua amada morrer(se eu não me engano). A Bela, não se sentia bem a pequena cidadezinha, ela se sentia sozinha e uma estranha para as pessoas do local, ela era a única de diferente que amava ler, que queria conhecer o mundo a fora, queria se aventurar, e que o pessoal da vila não tinha esse olhar como ela tinha.
  Bela se arrisca em ficar no lugar do seu pai aprisionada no castelo da Fera, e no decorrer da “prisão” ela aprende muita coisa sobre a Fera, com a Fera e o pessoal que trabalha para a Fera. Nessa prisão ela termina se aventurando, como era seu desejo quando lia os livros.




Frases:
Sentimento são fáceis de mudar mesmo entre quem não vê que alguém pode ser seu par...
Sempre tentar ser a melhor versão de si
O verdadeiro amor sempre ganha no final das contas



Sinopse:
Moradora de uma pequena aldeia francesa, Bela tem o pai capturado pela Fera e decide entregar sua vida ao estranho ser em troca da liberdade do progenitor. No castelo ela conhece objetos mágicos e descobre que a Fera é na verdade um príncipe que precisa de amor para voltar à forma humana.

quarta-feira, 9 de maio de 2018

A Menina Que Roubava Livros




Olá pessoal, estou aqui trazendo mais uma resenha de um livro maravilhoso, que vale muito a pena ser lido e assistir o filme.
O livro traz consigo uma história contada pela morte sobre uma menina que se chama Liesel, que vai morar com seus pais adotivos e la vai ter outra história de vida, e que mostra a convivência que ela teve e "aprendeu" a ter com outras pessoas. E ela perdeu o seu irmão durante a ida na casa dos seus pais adotivos. E no decorre do livro mostra como ela teve o primeiro contato com um livro, o primeiro livro dela.
 Todas as noites Liesel tem pesadelos e seu maravilhoso e querido pai Hans vai todas a noites acorda-la  e ficar com ela, e seu pai descobre que ela roubou o primeiro livro de muitos, e seu pai ficou. Depois o senhor Hans começou a ensina-la a ler e a escrever, dai ela não parou mais. 

Sinopse:
Entre 1939 e 1943, Liesel Meminger encontrou a Morte três vezes. E saiu suficientemente viva das três ocasiões para que a própria, de tão impressionada, decidisse nos contar sua história, em 'A Menina que Roubava Livros', livro há mais de um ano na lista dos mais vendidos do 'The New York Times'.
Desde o início da vida de Liesel na rua Himmel, numa área pobre de Molching, cidade desenxabida próxima a Munique, ela precisou achar formas de se convencer do sentido da sua existência. Horas depois de ver seu irmão morrer no colo da mãe, a menina foi largada para sempre aos cuidados de Hans e Rosa Hubermann, um pintor desempregado e uma dona de casa rabugenta. Ao entrar na nova casa, trazia escondido na mala um livro, 'O Manual do Coveiro'. Num momento de distração, o rapaz que enterrara seu irmão o deixara cair na neve. Foi o primeiro de vários livros que Liesel roubaria ao longo dos quatro anos seguintes.
E foram estes livros que nortearam a vida de Liesel naquele tempo, quando a Alemanha era transformada diariamente pela guerra, dando trabalho dobrado à Morte. O gosto de rouba-los deu à menina uma alcunha e uma ocupação; a sede de conhecimento deu-lhe um propósito. E as palavras que Liesel encontrou em suas páginas e destacou delas seriam mais tarde aplicadas ao contexto a sua própria vida, sempre com a assistência de Hans, acordeonista amador e amável, e Max Vanderburg, o judeu do porão, o amigo quase invisível de quem ela prometera jamais falar.
Há outros personagens fundamentais na história de Liesel, como Rudy Steiner, seu melhor amigo e o namorado que ela nunca teve, ou a mulher do prefeito, sua melhor amiga que ela demorou a perceber como tal. Mas só quem está ao seu lado sempre e testemunha a dor e a poesia da época em que Liesel Meminger teve sua vida salva diariamente pelas palavras, é a nossa narradora. Um dia todos irão conhece-la. Mas ter a sua história contada por ela é para poucos. Tem que valer a pena.

quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

A Doce Vida em Paris



     Olá galerinha,tudo bem com vocês?
Formalmente voltei, de tanto tempo sem postar nada rsrs.
   Hoje estou trazendo uma resenha de um livro de culinária e um pouco de uma vivência em Paris!
    A escrita do autor eu achei surpreendente e muito boa, ele deixou o livro com o gostinho de quero ler mais para saber da Cultura e de como ele ficou vivendo em Paris. Achei ele muito mais muito engraçado com suas histórias de vida na sonhada cidade que é Paris.
    O autor me deixou com um gostinho depois de como ficou a vida dele lá em Paris, e as receitas dele que está no livro são bem legais, e tem umas que achei super fácil de fazer! E quando terminei de ler ou até mesmo quando estava lendo não tive coragem de usar umas das receitas dele! Quando eu fizer trago pra vocês como ficou e o que eu achei.

Sinopse:
Chef patissier americano, autor de livros e blogger, trabalhou durante anos no renomado Chez Panisse, restaurante de Alice Waters em São Francisco.

sexta-feira, 29 de setembro de 2017

Um Pequeno texto do Livro O Pequeno Príncipe



   Olá galerinha, hoje estou trazendo um post diferente. Espero que vocês gostem e comentem aqui em baixo o que devo melhorar e o que trazer para o blogger.

“Cada um que passa em nossa vida,
passa sozinho, pois cada pessoa é única
e nenhuma substitui outra.
Cada um que passa em nossa vida,
passa sozinho, mas não vai só
nem nos deixa sós.
Leva um pouco de nós mesmos,
deixa um pouco de si mesmo.
Há os que levam muito,
mas há os que não levam nada.
Essa é a maior responsabilidade de nossa vida,
e a prova de que duas almas
não se encontram ao acaso. ”
(Antoine de Saint-Exupéry)

domingo, 10 de setembro de 2017

Resenha do Filme Precisamos Falar Sobre Kevin


    Olá galerinha, estou trazendo uma resenha de um filme que é um pouco perturbador depois trago aresenha do livro, quando eu trazer a resenha do livro vai ter umas alterações quando eu escrever sobre o livro. Comentem aqui em baixo o que vocês achara
Do filme e do livro, e da história que se trata. 

Autor(es): Lionel Shriver
Idioma: Inglês
Pais: Estados Unidos
Género: Suspense/Drama
Editora: Counterpoint Press
Lançamento: 14 de abril de 2003
Edição: Portuguesa
Tradução: Miguel Castro Henriques
Revisão: Carlos Pinheiro
Editora: Quetzal Editores
Lançamento: 2007
Páginas: 429
Edição: Brasileira
Tradução: Vera Ribeiro
Editora:  Intrínseca
Lançamento: 2007
Páginas: 464




   Eva Katchadourian na verdade nunca quis ser mãe - muito menos a mãe de um garoto que matou sete de seus colegas, uma professora e um servente em sua escola nos subúrbios classe A de Nova Iorque. Para falar de Kevin, 16 anos, autor desta chacina, preso em uma casa de correção de menores. A trama desenvolve-se por meio de cartas nas quais a mãe do assassino escreve ao pai de Kevin, que permanece um mistério até o fim do enredo. Nelas, procura analisar os motivos da tragédia que destruiu sua vida e a de sua família. Dois anos depois do crime, ela visita o filho regularmente. Aterrorizada por suas lembranças, Eva faz um balanço de sua trajetória onde analisa casamento, carreira, família, maternidade e o papel do pai. Assim, constrói uma meditação sobre a maldade e discute um tabu: a ambivalência de certas mulheres diante da maternidade e sua influência e responsabilidade na criação de um pequeno monstro.



   É um drama de fato impactante e perturbador, que promove um mergulho no submundo da relação conturbada de uma mãe com um filho que ela nunca desejou ter e que por conta disso, não sabia como amá-lo. E também mostra que acontece com a maioria dos homens, eles falam que querem ter filhos e no final das contas não conseguem ama-los e nem cria-los ( nem sempre são com todos os homens e nem mulheres).
    Mostra a vida de Eva, visivelmente abatida, solitária, depressiva e socialmente marginalizada, sem deixar, no entanto, um motivo aparente. A história é contada a partir de flashbacks para que se possa entender o porquê do sofrimento que Eva tanto carrega nos olhos.
   O desapego e desinteresse de Kevin pelo mundo fica nítido em diversos momentos e em situações de seu desenvolvimento. Kevin cresce com diversas manifestações de crueldade, desprovido de qualquer empatia, primeiramente contra sua mãe e depois contra seus colegas de escola e seu pai e sua irmã.



   Os atos de violência são recíprocos e predominantemente substituem quaisquer outras formas de demonstração de afeto entre os dois. Seu relacionamento não é penetrado por ninguém, seja pelo pai, seja por outras pessoas.



   Durante o filme, apareceram cenas em que Eva ia para a prisão visitar seu filho, mas eles quase não se comunicavam, até que ela, dois anos depois da chacina, no dia do aniversário dele de 18 anos, vai visita-lo e pergunta o porquê dele ter feito aquilo. Ele responde que na época achava que sabia mas naquele momento não sabia mais, ou seja: toda a matança foi sem razão, mas a pergunta é: qual eram seus motivos no princípio? Porque, apesar dele ter sido estranho durante toda sua vida, nunca ocorreu-lhe nada tão traumático a ponto de faze-lo matar pessoas.

sábado, 2 de setembro de 2017

Dica a de Livros #9

    Olá galerinha, estou de volta! Trazendo dica de Livros, espero que gostem das dicas.

👉Almas Mortas (Nikolai Gogol)

Autor: GOGOL, NIKOLAI VASILEVICH
Ilustrador: KON, SERGIO
Origem:  NACIONAL
Editora: PERSPECTIVA
Edição:  1
Assunto: LITERATURA INTERNACIONAL - ROMANCES
Idioma: PORTUGUÊS
Ano:     2014
País de Produção: BRASIL
ISBN:     852730810X
Nº de Páginas: 432

Sinopse:
"'Almas Mortas' e 'O Inspetor Geral', de Gógol, constituíram dois marcos extraordinários na história da literatura russa. Ali, até o início do século XIX, as obras formadoras e dominantes da língua haviam sido as do poema e da épica, sobretudo as de Lomonossov e as de Púschkin. Com Gógol, a prosa adquiriu o status de arte e a realidade do país revelou-se, com o espanto de muitos, para além de sua aparente leveza de burla, um retrato amargo, impiedoso e grotesco da sociedade. Por isso mesmo, a idéia central do romance, sugerida por Púschkin após a leitura de uma nota jornalística, permitiu a Gógol pintar brilhantemente uma enorme variedade de personagens, cuja força reside em seu poder de caracterização do universal pelo específico, o que levou Púschkin a dizer, apesar de toda comicidade ali destilada: "eu não ri, chorei; Deus, como é triste a nossa Rússia". Assim, a denominação "almas mortas" constitui não apenas a metáfora de um golpe ou de uma prática ardilosa no regime czarista, mas ainda uma expressão de até onde pode ir o decaimento do espírito humano, a contradição em que ele pode entrar com todo o padrão ético e fundamento religioso da existência. Este duplo retrato é o que certamente torna perene a obra, o riso "gogoliano" que, até hoje, chega ao leitor, não só em sua textualidade autoral, como no rastro que deixou na literatura de Turguêniev, Dostoiévski, Bábel, na poesia e no teatro, o que representa, sem dúvida, o signo maior da visão e da força de linguagem deste escritor russo-ucraniano." - N. Cunha e J. Guinsburg

👉Cisnes Selvagens (Jung Chang)

Subtítulo: TRÊS FILHAS DA CHINA
Origem: NACIONAL
Editora: COMPANHIA DE BOLSO
Coleção: COMPANHIA DE BOLSO
Edição:  1
Assunto: BIOGRAFIAS
Idioma: PORTUGUÊS
Ano: 2006
País de Produção: BRASIL
Código de Barras:     9788535908626
ISBN:     8535908625
Encadernação:     BROCHURA
Nº de Páginas:     648

Sinopse:
Nosso desconhecimento da China é tão vasto quanto as dimensões desse país, onde vive nada menos que um quarto da humanidade. Neste livro, Jung Chang resgata a saga de sua família, que reflete as turbulências da história chinesa recente. O relato retrocede ao início do século XX, quando sua avó é oferecida como concubina a um poderoso militar. Depois acompanha a história da mãe da autora, que viveu a ocupação japonesa na Manchúria, o governo do Kuomintang, a queda de Chang Kai-chek, a guerra civil e a vitória de Mao.

👉A doce vida em Paris ( David Lebovitz)

Editora: EDIÇOES TAPIOCA
Edição: 1
Ano: 2014
Assunto: GASTRONOMIA - BEBIDAS
Idioma: PORTUGUÊS
País de Produção: Brazil
Código de Barras: 9788567362076
ISBN:     8567362075
Encadernação: BROCHURA
Nº de Páginas:  284

Sinopse:
As aventuras gastronômicas (e não gastronômicas) do blogger, chef confeiteiro e gastrônomo David Lebovitz. Do Chez Panisse à vida em Paris, David conta como realizou seu sonho de viver na Cidade Luz. Repleto de dicas e receitas exclusivas, este divertido relato é inspiração certa para todos!

👉Comer, Rezar, Amar ( Elizabeth Gilbert)

EDITORA: Objetiva
I.S.B.N.: 9788573028928
NÚMERO DE PÁGINAS: 399
IDIOMA: Português
ACABAMENTO: Brochura
CÓD. BARRAS: 9788573028928
NÚMERO DA EDIÇÃO: 1
ANO DA EDIÇÃO: 2008

Sinopse:
O prazer mundano, a devoção religiosa e os verdadeiros desejos. Elizabeth Gilbert estava com quase trinta anos e tinha tudo o que qualquer mulher poderia querer: um marido apaixonado, uma casa espaçosa que acabara de comprar, o projeto de ter filhos e uma carreira de sucesso. Mas em vez de sentir-se feliz e realizada, sentia-se confusa, triste e em pânico. Enfrentou um divórcio, uma depressão debilitante e outro amor fracassado. Até que decidiu tomar uma decisão radical: livrou-se de todos os bens materiais, demitiu-se do emprego, e partiu para uma viagem de um ano pelo mundo – sozinha.

domingo, 23 de julho de 2017

Resenha do Livro Em Meus Pensamentos - Bella Andre


Autores: BELLA ANDRE
Título original: Always On My Mind (The Sullivans)
Título: Em Meus Pensamentos
Selo: NOVO CONCEITO
Ano: 2014
Edição: 1
Número de páginas: 288
Área Principal: FICÇÃO
Assuntos: Romance e Erótico

Sinopse:
Quantos de nós podemos contar com uma segunda chance? Grayson Tyler enfrentou uma tragédia três anos atrás. Agora, ele está recomeçando sua vida nas montanhas da Califórnia. Talvez a paisagem calma, com céu azul, mar e montanhas, o ajude a se esquecer do passado infeliz. Nesse refúgio, ele também deseja ser esquecido por todos que o fizeram sofrer. A tranquilidade vai embora para sempre no dia em que a energia vibrante de Lori Sullivan invade a sua vida. Uma bailarina tão linda quanto impertinente, que não costuma levar desaforo para casa e não está nem um pouco interessada em agradar. O magnetismo entre os dois promete tirar, literalmente, o sossego de Grayson, mas o fazendeiro solitário não está disposto a baixar a guarda. Ele não vai deixar essa novata virar sua vida de cabeça para baixo.

  Olá galerinha, tudo bem com vocês? Estou aqui trazendo uma resenha de um livro muito bom, que vale a pena ler! Tudo bem que todos os livros são parecidos, por exemplo eróticos, são sobres sexos até ai tudo bem, os livros que até agora eu lhe são aqueles eróticos com um pouco de meiguice, daí me irritou um pouco! Sei que tem que ter porque assim não tinha um desenvolvimento bom e adequado para o tipo de história que o autor (a) quis. Amei muito a história que a Bella André desenvolveu, e até mesmo com os personagens.
   Me identifiquei com alguns personagens no decorrer da leitura, e achei muito legal que cada um tinha um pouquinho de cada um ali, então deu para conhecer um pouco cada um deles, mesmo que a autora não tenha colocado muita coisa deles no livro.
  Conta um pouco de Lori Sullivan, que ela é uma bailarina muito bonita, vamos dizer que ela teve “tragédia”, e terminou fugindo por duas semanas para uma Fazenda, daí lá na fazenda terminou mudando um a vida dela e conheceu um cara bonitão.
  O senhor Grayson Tyler, é um cara que sofre por três anos pela mulher que perdeu, com o tempo ele termina ( que se refere aos três anos) conhecendo a Lori, e toda vez ele fica implicando com ela.
Esse livro já é o terceiro livro que leio da autora, simplesmente amei a escrita dela, o livro Em Meus Pensamentos é o livro que eu gostei mais, por enquanto daqui pra lá eu falo mais quais foram o que eu gostei mais dos livros da Bella André. Recomendo a leitura.

  👉Links dos outros livros lido da autora:

Resenha do Filme Thor

Olá pessoal, tudo bem com vocês, faz tempo que não trago resenhas de filmes aqui no blog e até mesmo resenhas de livros. Não é de esperar...